Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

O que é a ABRAP

A Associação Brasileira de Psicoterapia, ABRAP, foi fundada em maio de 2004 com o
intuito de congregar e promover intercâmbio entre psicoterapeutas das diversas
tendências existentes na atualidade. Trata-se de uma entidade supra-abordagens
abarcando um amplo espectro de linhas psicoterápicas, tais como psicanalíticas,
psicodramáticas, psicoterapias cognitivo-comportamentais, sistêmicas, corporais,
comportamentais, psicologia analítica e outras.

Quem fundou a ABRAP

Entre os sócios fundadores da ABRAP, comparecem como membros individuais
presidentes e diretores de instituições tais como: Associação Brasileira de Medicina
Psicossomática; Associação Brasileira de Psicoterapia Cognitiva; Associação Brasileira
de Psicoterapia de Grupo; Associação Brasileira de Psicoterapia e Medicina
Comportamental; Associação Brasileira de Terapia Familiar; Federação Brasileira de
Psicodrama; Instituto Sedes Sapientiae – Departamentos de Psicodinâmica e Psicodrama;
International Psychoanalytical Association; International Association of Group Psychotherapy
and Psychodrama; Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo; Sociedade Brasileira
de Psicologia; Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica; Sociedade Brasileira de Terapias
Cognitivas; bem como colegas de diversas outras instituições.

Entidades parceiras

A ABRAP conta com o apoio institucional do Conselho Federal de Psicologia, do Conselho
Regional de Psicologia de São Paulo e da Associação Brasileira de Psiquiatria (por meio do
Departamento de Psicoterapia).

Como os membros da ABRAP se relacionam com as sociedades e associações que
representam linhas e escolas de pensamento da psicoterapia?

Ainda que conte com o apoio de diversas instituições, a Associação Brasileira de
Psicoterapia não tem membros institucionais. Toda afiliação é individual e pessoal.
A maioria dos membros da ABRAP pertence a instituições identificadas com determinadas
abordagens. Mas ao participar dela, o faz individualmente, como parte de um coletivo
supra-abordagens.

A função da ABRAP não é a defesa de determinada(s) linha(s) de Psicoterapia,
mas a de promover diálogo e integração entre profissionais e a discussão
científica sobre temas da área. Pretende assim favorecer e estimular condições
satisfatórias para o exercício da Psicoterapia em geral. Com isso, busca favorecer
pacientes, profissionais e a sociedade civil como um todo.

Missão e Visão

A Associação Brasileira de Psicoterapia pretende disponibilizar aos profissionais da área
e à sociedade em geral, informações atualizadas sobre o estado da arte (da atividade
psicoterápica como um todo), fomentar a pesquisa e servir como espaço de troca e,
eventualmente, referência para aqueles que pretendem ter uma visão geral do campo
da Psicoterapia e de suas interfaces com áreas afins. Busca assim auxiliar a que se
resguardem as condições de trabalho favoráveis ao bom exercício da Psicoterapia.

A ABRAP propõe-se a tornar disponível a seus membros informações que mapeiam
a diversidade, ressaltando os aspectos comuns e as divergências entre as linhas
psicoterápicas. Pretende somar-se aos diversos esforços de diálogo e pesquisas
e cooperar com os diversos agentes atuantes em nosso campo tais como, conselhos
profissionais, agência nacional de seguro saúde suplementar, faculdades, instituições
de formação, associações de defesa do consumidor, e com a sociedade em geral,
fornecendo, quando chamada, e se for o caso, subsídios para auxiliar na negociação
de temas de interesse geral para a Psicoterapia.

Valores

Nos Estatutos da ABRAP, constam os seguintes valores:

O respeito às diferentes formações técnicas e culturais e à diversidade de orientações
psicoterapêuticas com ênfase nos aspectos psicoterapêuticos comuns às diversas
abordagens.

A exigência de princípios éticos e de conhecimento teórico-técnico na prática das
psicoterapias.

A transparência em suas relações internas e externas.

O afastamento de qualquer discriminação em função de credo, etnia, sexo ou idade.

Objetivos

Apoiar o desenvolvimento das bases conceituais e científicas da Psicoterapia geral, com
ênfase na reflexão sobre os fatores terapêuticos comuns a todas abordagens.

Servir como um centro de recursos e informações sobre assuntos relativos à Psicoterapia
para quem a ela recorrer (consumidores, entidades governamentais, universidades,
centros de pesquisa etc.).

Promover regularmente eventos científicos na área de Psicoterapia, sejam eles próprios ou em
associação com outros congressos e eventos brasileiros e internacionais.

Promover a integração de profissionais de diversas áreas.

Divulgar a Psicoterapia e favorecer sua presença nos processos de transformações
sociais e organizacionais em que ela seja relevante.

Criar parcerias com entidades nacionais e internacionais e governamentais.

Premiar trabalhos individuais e de organizações que se destacarem na área.

Estatuto da ABRAP



secretaria@abrap.org


Desenvolvido por Pluricom Comunicação Integrada